Nota do Conselho Deliberativo da Coppe ao Congresso Nacional

Aos integrantes do Congresso Nacional, da Comunidade Universitária, das instituições de ensino e de pesquisa e à sociedade brasileira: o Conselho Deliberativo da COPPE/UFRJ manifesta a sua veemente oposição aos termos e ao conteúdo da Medida Provisória Nº 914, de 24/12/2019, no que esta dispõe sobre o processo de escolha de dirigentes das Universidades Federais, adotada em flagrante desrespeito aos princípios da autonomia administrativa e da gestão democrática que lhes são asseguradas pelos Art. 207 e Art. 206, inciso VI, da Constituição Federal.

Roberto Bartholo

Presidente do Conselho Deliberativo da Coppe/UFRJ

Coppe pede que MEC reveja norma que limita intercâmbio acadêmico

A Coppe/UFRJ se une às entidades representativas da comunidade científica no pedido ao Ministério da Educação (MEC) para que reveja a portaria nº 2.227, a qual limita a participação de professores e pesquisadores em congressos nacionais e internacionais. Em um de seus artigos, a portaria determina que no máximo dois representantes de uma instituição possam comparecer a eventos realizados no Brasil, e apenas um, no caso de eventos no exterior. Alertamos que essa medida comprometerá significativamente a atuação internacional das universidades, conquistada com grande esforço durante décadas, assim como acordos bilaterais em andamento; programas de aperfeiçoamento do quadro técnico-administrativo dessas instituições, e o intercâmbio interinstitucional, tão importante nos dias de hoje para a formação do jovem cientista brasileiro.

Romildo Toledo

Diretor da Coppe/UFRJ

A universidade chega a Davos

Recentemente, a “ficha caiu” para os participantes habituais de Davos, que compreenderam que o desenvolvimento econômico é um desafio que não pode ser tratado separadamente das questões acerca do aquecimento global. Uma política climática, se bem conduzida, não prejudica a economia. Pelo contrário, serve de estímulo para aumentar os benefícios do desenvolvimento mundial.

Suzana Kahn

Vice-diretora da Coppe/UFRJ

Carta ao senador Izalci Lucas

A Coppe/UFRJ manifesta profunda preocupação com o substitutivo proposto pelo senador Marcos Rogério (DEM/RO) ao Projeto de Lei do Senado 232/2016 que prevê “ampliar” a destinação de recursos que as concessionárias, obrigatoriamente, investem em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, abre espaço para a contratação de empresas privadas que não realizam pesquisa científica, apenas estudos de consultoria.

Romildo Toledo

Diretor da Coppe/UFRJ

Brasil Manchado de Óleo: Nota da Coppe e do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ

No final de agosto deste ano, foi verificada a chegada de óleo nas praias da Paraíba. Essas manchas foram caracterizadas como óleos de densidade elevada e provenientes de longas distâncias no oceano Atlântico. Sem reação à altura por parte dos órgãos competentes, este evento foi se tornando um grande desastre que atinge, até este momento, longas extensões da costa brasileira. (Clique no ícone [+] abaixo para ler a nota completa, com as recomendações feitas pelos especialistas reunidos no evento "Brasil: manchado de óleo")

Coppe/UFRJ e Fórum de Ciência e Cultura (FCC/UFRJ)

Nota de pesar - Wanderley Guilherme dos Santos

A Coppe/UFRJ manifesta profundo pesar pelo falecimento do professor Titular da UFRJ, Wanderley Guilherme dos Santos (26/10). Conhecido e admirado por sua independência política e coragem, o decano da Ciência Política no Brasil influenciou gerações de mestres.

Romildo Toledo

Diretor da Coppe/UFRJ

Pages