/Notícias

  • Professor Szklo apresenta sinergias entre as metas de descarbonização dos setores marítimo e de aviação

    O professor Alexandre Szklo, do Programa de Planejamento Energético (PPE) da Coppe/UFRJ, apresenta nesta quinta-feira, 24 de junho, os resultados da primeira etapa de um estudo realizado pelo Cenergia, laboratório vinculado ao PPE, sobre as sinergias existentes entre as metas de descarbonização dos setores marítimo e de aviação. A apresentação será feita em um webinar, promovido pelo Instituto Clima e Sociedade (iCS), com início às 10h.

  • Professor da Coppe profere Aula Magna na Universidade Federal de Juiz de Fora

    Na próxima sexta-feira, dia 26 de junho, o professor do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ, Guilherme Horta Travassos, proferirá a Aula Magna do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

  • Crise atual do setor elétrico traz risco de blecaute, avaliam especialistas reunidos pela Coppe

    A Coppe/UFRJ promoveu nesta quinta-feira, o seminário Clima, Água e Energia: Potenciais Conflitos Socioeconômicos e Ambientais. O evento, realizado de maneira remota e disponível no YouTube, reuniu os professores Luiz Pinguelli Rosa, Marcos Freitas e Maurício Tolmasquim, da Coppe, dentre outros especialistas que avaliaram a gravidade da nova crise hídrica pela qual o país atravessa e os riscos de racionamento, aumento de preços, aumento de poluição atmosférica e até mesmo de blecaute nos horários de maior consumo de energia.

  • I workshop internacional para o desenvolvimento integrado de Tecnologias Sustentáveis em Energia, Oceanos e Saúde

    Entre os dias 28 e 30 de junho será realizado o Workshop Desenvolve 21, o primeiro evento internacional voltado para o desenvolvimento integrado de tecnologias sustentáveis em Energia, Oceanos e Saúde, promovido por instituições sediadas no Rio de Janeiro. O evento é coordenado pelo Laboratório de Métodos e Computacionais em Engenharia (Lamce) da Coppe/UFRJ.

  • Coppe coordena projeto para aprimorar pavimentação nas rodovias federais do Brasil

    Pesquisadores da Coppe/UFRJ deram início a um estudo para caracterizar os cimentos asfálticos a serem utilizados em obras de pavimentação nas rodovias federais. O trabalho faz parte de um Termo de Execução Descentralizada (TED) assinado com o DNIT, e tem como objetivo identificar, avaliar criticamente e definir critérios de seleção dos variados ligantes asfálticos, produzidos a partir do petróleo, que poderão ser utilizados nas obras de pavimentação.

  • Clima, água e energia – Coppe promove debate sobre potenciais conflitos socioeconômicos e ambientais

    A Coppe/UFRJ promove na próxima quinta-feira, 17 de junho, o seminário Clima, Água e Energia: Potenciais Conflitos Socioeconômicos e Ambientais. Com o objetivo debater a situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas brasileira sobre a luz da ciência do clima e dos seus efeitos diretos sobre a população e a economia do País, o evento será realizado das 15 às 18h, e será transmitido pelo YouTube.

  • Corte na cota de importação do CNPq coloca em risco a Ciência (e a vacina) brasileira

    Além dos muitos cortes orçamentários, outra medida do governo federal ameaça inviabilizar diversos projetos científicos no país: a redução de quase 70% na cota que o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) dispõe para importação de insumos de pesquisa livres de impostos. O corte draconiano coloca em risco até mesmo o desenvolvimento de uma vacina brasileira contra a Covid-19.

  • Inscrições abertas para mestrado e doutorado em Engenharia de Produção da Coppe

    Estão abertas, até o dia 28/06, as inscrições para o processo seletivo para o 3º período letivo de 2021, dos cursos do Programa de Engenharia de Produção (PEP) da Coppe.

  • Pesquisadora da Coppe propõe alternativa que reduz evaporação de açudes e aumenta o potencial de abastecimento de água no semiárido brasileiro

    As usinas fotovoltaicas flutuantes podem ser uma opção vantajosa para preservar a capacidade hídrica dos açudes nas regiões mais áridas do país. Dependendo do percentual de superfície a ser coberta pelas usinas, o projeto, que teve a bacia Apodi-Mossoró (RN) como estudo de caso, poderia gerar 12 terawatts-hora (TWh) e evitar a evaporação de aproximadamente 124 Mm³ por ano. Essa é a conclusão de um estudo de viabilidade feito pela pesquisadora Mariana Padilha, em sua tese de doutorado defendida no Programa de Planejamento Energético (PPE) da Coppe/UFRJ.

  • Tecnologia pesquisada na Coppe poderá baratear em 60% o resfriamento de supercomputadores

    O crescimento rápido da capacidade de processamento computacional tem tornado o resfriamento de equipamentos eletrônicos um desafio mundial maior a cada ano. O custo anual para o resfriamento de equipamentos, em nível mundial, é estimado em três bilhões de dólares. Para superar esse desafio, pesquisadores da Coppe estão trabalhando no desenvolvimento de um sistema bifásico de resfriamento, que poderá reduzir em até 60% o custo de resfriamento dos chamados supercomputadores

Páginas